Comemora-se hoje o centenário da partida, do porto de Lisboa, de três vapores britânicos que transportaram a 1ª Brigada do CEP.

Não esquecemos essa data. No Ordinariato Castrense, reza-se por alma dos que caíram ao serviço da Liberdade na Europa e mesmo pelos outros que, não tendo perecido no campo de batalha, suportaram a guerra com enorme sacrifício e quase sempre ficaram com sequelas físicas e psicológicas para toda a vida.

Também hoje repetimos o que o Papa Francisco disse no cemitério militar de Redipuglia, na comemoração do centenário do início da I Grande Guerra: “Nunca mais! Nunca mais!”.